sexta-feira, 9 de junho de 2017

ANOITECER







QUANDO A NOITE CHEGA
MEUS POEMAS ESPALHADOS
POR SOBRE A MESA
SÃO TOCADAS PELO VENTO
NESTE MOMENTO DE PURA
INSPIRAÇÃO
POIS MEU CORAÇÃO VOA
AO SABOR DA GAROA
QUE CAI
SE ESPALHA POR AI E VAI
ENTRE AS SOMBRAS DO ANOITECER
E PELAS RUÍNAS DE UM CASTELO
ABANDONADO
MEU CORAÇÃO ALADO
SE DEPARA COM A SAUDADE
QUE PELA METADE SE ABRE ENTRE
NÓS
QUE A SÓS SONHAMOS UM COM O
OUTRO
NESTE SUFOCO QUE É A LEMBRANÇA
SÃO APENAS HERANÇAS
DE UM AMOR QUE JÁ TERMINOU
QUE ENTERRADO FICOU
POR SOBRE AS COLUNAS
QUE SUSTENTA NOSSAS
IMAGINAÇÕES
SÃO PEGADAS
NESTA NOITE GELADA
ENQUANTO AS FOLHAS DESGARRADAS
SE VÃO
SEM EXPLICAÇÃO
SEM DEIXAR RASTROS
POIS PELO ESPAÇO
ELAS SE PERDEM NO VAZIO
DIANTE DESTE FRIO
QUE VEM DOS OLHOS TEUS.
E ASSIM ANOITECEU
SOFRI

POIS PARA VOCÊ EU SEI... MORRI.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for blogspot, Blogger...